Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por Carmen Saraiva

foto do autor


Contacto

cmsaraivasantos@gmail.com

100 páginas no Instagram

@carmensaraivasantos

calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Pesquisar entre as páginas

 


E como tudo o que é bom acaba depressa...

Segunda-feira, 14.10.13

... já estamos de volta a terras lusas! Fora alguns sobressaltos (não esquecer que estavamos em África), correu tudo bem e chegámos todos sãos e salvos. A minha rica filha portou-se lindamente, mesmo tendo andado aos solavancos dentro de carrinhas e jipes 4x4, e até mudou de posição, acho eu - houve dias em que só tive de ir à casa de banho 15 vezes, em vez das habituais 34, porque ela se deve ter esparramado noutro sítio que não a minha bexiga. Isso ajudou, sobretudo quando andámos no meio de nenhures e o único WC disponível distava 50 quilómetros. Nada que não se resolvesse atrás de umas silvas, que isto quando uma pessoa tem de ir, tem de ir, mas felizmente só tive de recorrer a esse plano B uma única vez.

Tirámos 1953 fotos lindas de morrer, e vou ter de partilhar aqui as mais bonitas assim que as descarregar para o computador. Em 1849 delas a minha barriga aparece em destaque, claro, que daqui a uns anitos a minha filha tem de ter provas para ver por onde andou enquanto ainda não tinha de sentir aquele calor húmido e o sol abrasador, que mesmo quando se esconde continua a dar afrontamentos. É África, não é preciso dizer mais nada.

Vou contar os episódios mais hilariantes e também os mais insólitos, e dar umas dicas para quem está a pensar ir a Cabo Verde nos próximos tempos. Gostei, recomendo, mas há sempre aqueles "senãos" que convém saber, para uma pessoa ir já prevenida.

Esta semana vai ser atarefada com coisas que ficaram pendentes e com dois aniversários: o meu, já amanhã, e o do sobrinho J.A, na sexta-feira. Mas aos poucos vou tentando colocar aqui os posts com o emocionante relato da "viage".

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Carmen Saraiva

9/10/2010: foi há três anos

Quarta-feira, 09.10.13

image.jpeg

image-1.jpeg

image-2.jpeg

image-3.jpeg

image-4.jpeg
Que saudades deste dia maravilhoso! Parabéns a nós, e que contemos muitos e muitos anos, sempre tão felizes quanto estes!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Até já

Sábado, 05.10.13

É verdade, pois que estamos quase quase de partida para outro continente, apesar do voo se ter atrasado duas horas e eu já ter perdido a cabeça aqui nas lojas do aeroporto. Neste momento estamos na porta de embarque e espero que não haja mais atrasos, para ver se ainda chegamos ao Sal a horas decentes... Durante a próxima semana vai ser complicado ter acesso à internet, por isso não devo conseguir fazer updates na viagem - contudo, ficam prometidas muitas fotos à chegada!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Vou para África, mas levo Chanel

Sexta-feira, 04.10.13

 

Para as férias estamos assim. Adoro este verniz da Chanel (531 Péridot), pelo brilho e pela mudança de tom consoante o ângulo de incidência da luz. É muito fácil de aplicar e seca num instante. De todas as vezes que o usei, durou sempre bastante tempo sem lascar. Acho super elegante para qualquer ocasião ou estação do ano, mas quando chega o outono é sempre um dos meus eleitos (mesmo que o destino da próxima semana seja a praia...). Espero que se porte bem nos próximos 7 dias, pelo menos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Dia Mundial do Animal

Sexta-feira, 04.10.13

Parabéns aos bichos! (e a todos os que se inserem nesta categoria... hehe)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

É já amanhã...

Sexta-feira, 04.10.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

"Piqueno" update sobre as minhas pestanas

Quinta-feira, 03.10.13

Continuam lindas e maravilhosas, mais de duas semanas depois da aplicação. Já disse à Sónia, da Maria Pestana: ou sou eu que as estimo muito bem, ou foi ela que fez aqui uma obra-prima. Ou ambas. É que, que eu me tenha apercebido, só me cairam meia dúzia desde que as tenho, o que acho que é muito bom. A Sónia diz que significa que o ciclo das minhas pestanas é mais longo, ou seja, que naturalmente me caem menos, por isso as extensões também aguentam mais tempo, claro. Era para fazer a manutenção ainda antes de ir de férias, mas já adiei para a volta, porque realmente elas estão impecáveis e não vale a pena mexer. Assim vou, estrago o que tiver a estragar com a praia, o sol e o sal, e então depois faço a manutenção para estarem ótimas na semana em que fico um ano mais velha. Que aí sim, tenho de estar bem boneca, quanto mais não seja para aumentar a minha autoestima de grávida trintona.

Tenho recebido imensos elogios à conta do novo look, e sinceramente eu também adoro o resultado final. Ficou super natural e dá aquele "up", parece que estou sempre arranjada (para sair de casa durante o dia é um pó bronzeador, gloss, e já está). Onde notaram mais foi no ginásio, onde (obviamente) sempre fui de cara lavada, e agora até para fazer exercício me sinto estilosa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

"Desta não valeu"

Quinta-feira, 03.10.13

Ontem, durante a terceira sessão do curso pré-parto, sobre o trabalho de parto e tudo o que eventualmente ele pode implicar, senti pela primeira vez vontade de "desistir". Pedir time out. Dizer que "desta não valeu". É verdade. Já me tinham perguntado não sei quantas vezes se tinha medo do parto e mais não sei de quê, e eu sempre tinha dito que não. E era verdade, não tinha. Um receiozito e tal, por não saber ao que vou, porque há sempre imprevistos, mas medo, medo, não. Mas ontem, não sei explicar porquê, ao ouvir o cenário que o enfermeiro Luís descrevia (que não foi nada de especial, coisas que eu já estava fartinha de saber e que não eram novidade nenhuma), de repente senti-me aterrorizada. O confronto com a realidade foi demasiado... como dizer... real. E chocante. Todos aqueles procedimentos pareceram-me coisa do Demo ou dignos da longa-metragem Pesadelo em Elm Street, e se alguém me tivesse ontem dado a hipótese de fugir a sete pés e de me esquivar a tudo aquilo, é que aceitava num segundo. Ali sentadinha, a ouvir a descrição de tudo o que se passava, fiquei a indagar-me por que raio tinha achado alguma vez que isto era pêra doce e me tinha metido nesta aventura. Só de ouvir falar em tesouras, cortes, seringas, cateteres, hemorragias e afins, tudo coisas que não vou poder controlar, fiquei totalmente desmoralizada. Lá se foi aquele sentimento tranquilizador de que "as pessoas nascem há milhares de anos e não é nenhum bicho de sete cabeças, caso contrário a Humanidade já tinha sido extinta" para "eu não quero nem sou capaz de passar por isto, pára tudo, esqueçam, 'desarrisquem-me' de sócia". Foi assim que me senti. Estou preparada para a dor das contrações, sempre considerei que tinha alta tolerância ao desconforto e a todo o tipo de dores físicas, mas ouvir falar em tesouras, em cortes e em rasgões, ventosas e outras parafernálias, não sei porquê, paralisou-me. Já sei que tooooooooda a gente, sobretudo quem já foi mãe, me vai dizer que não é nada disso e que não se pode dramatizar, que é mais simples do que parece, beca beca beca, mas neste momento podem dizer-me o que quiserem - eu sei é que EU ainda não passei por isso, e como tal todo o peixe que me venderem, bom ou mau, não me vai adiantar de nada. Quem as vai sofrer na pele sou eu, seja fácil ou não, descomplicado ou não, isso é certinho. A verdade é que, com ou sem anestesia, há coisas que podem acontecer que eu não queria que acontecessem, e é disso que tenho medo. Do desconhecido, e de não ter caparro para me aguentar à bronca com dores que ultrapassam todos os níveis que algum dia tenha considerado serem possíveis. E aqueles "fantasmas" estarão lá para me enervar continuamente, até ao dia em que já não vou poder especular mais e vou ter mesmo de enfrentar o momento. Porque parece que agora já não dá para "mandar para trás" e passe bem, adeuzinho, nem sequer para passar o testemunho a outro/a que a tenha por mim - que isso é que era maravilha. (Se der, alguém me avise, sim?)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Preparativos

Quarta-feira, 02.10.13

A chuva pode cair lá fora, mas por aqui ainda se anda no meio de biquinis e vestidinhos de praia. Estamos quase de partida para as últimas férias do ano (o Natal não conta, não vamos para lado nenhum) e já estou a preparar a mala! Não vou levar muita coisa, até porque não podemos levar mais do que 15 quilos cada um (whaaaaaaat?!), mas há sempre a lista dos essenciais, que não pode faltar. Já sei que a internet lá é escassa, e onde há é paga a peso de ouro, por isso duvido que consiga colocar algum post ou sequer umas fotos no Facebook. Fica prometida a mini reportagem para quando voltar!

O dia 9, dia do terceiro aniversário de casamento, será passado lá e espero que seja especial, como sempre. É a primeira vez que comemoramos o próprio dia fora do país - nos outros anos, à exceção de um, fomos viajar, mas sempre depois de dia 9, o que acabava por calhar sempre nos meus anos. É giro fazer anos em Chiang Mai e em Hong Kong, mas sente-se sempre a falta dos que ficaram longe. Este ano estarei por cá, por isso haverá jantarada na certa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Louca por remodelações

Terça-feira, 01.10.13

Depois das limpezas, começou a febre das arrumações. Sempre gostei de "dar à volta" às gavetas e aos armários, arrumar tudo, deitar fora papéis e outras coisas que já não fazem sentido, mas este ano parece que ainda me apetece mais. Não sei se será o tal "fazer o ninho", de que já ouvi falar, ou se é simplesmente a vontade de arrumar e organizar tudo que está mais apurada.

Acabei de voltar do Aki e de mais uma expedição, em que comprei prateleiras novas para o quarto, molduras para colocar coisas que já há tempos sobrevivem sem o devido destaque, e até umas lâmpadas LED pequeninas para o armário da cozinha, que ficam a matar. E não trouxe mais porque não havia tudo o que procurava. Agora é chatear o pai, o verdadeiro especialista nestas coisas de bricolage, para me pendurar tudo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva


Em poucas palavras



O que preenche as páginas


subscrever feeds



Pág. 2/2