Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por Carmen Saraiva

foto do autor


Contacto

cmsaraivasantos@gmail.com

100 páginas no Instagram

@carmensaraivasantos

calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Pesquisar entre as páginas

 


A sessão fotográfica da gravidez

Segunda-feira, 17.03.14

Há uns anos fui numa viagem de trabalho até aos Alpes Franceses. Foram cinco dias extraordinários num hotel no meio da neve, uma experiência única para mim, que não sou grande fã de férias no frio nem de desportos de inverno. Confesso que adorei tudo, a começar pelo cenário montanhoso vestido de branco e terminando no hotel, que era de sonho, mas realmente não é para mim - prefiro muito mais o sol e o calor. Nessa viagem foram outros jornalistas e fotógrafos de jornais e revistas, e foi aí que conheci o Dário Cruz (na altura enviado pelo Jornal Público), o autor desta sessão que registou a minha gravidez, e que não podia ter ficado mais perfeita. Detesto aquelas sessões onde as grávidas aparecem meio despidas, com a barriga de fora e o peito quase ao léu, e por isso sabia perfeitamente que queria algo diferente - algo precisamente assim. Já conhecia o trabalho do Dário, sabia que gostava e lancei-lhe o desafio para esta sessão, que ele aceitou com entusiasmo. O cenário foi o Jardim Botânico d'Ajuda, que por sorte estava completamente vazio e ajudou a dar aquele ar de conto de fadas. A sessão foi no dia 30 de novembro de 2013, ou seja, estava eu com cerca de 36 semanas, a duas semanas da Margarida nascer. Recebi o resultado final há uns dias e partilho aqui algumas, embora tenha sido difícil escolher por gostar tanto de todas - mas é impossível partilhar tudo, são mais de 200! Para quem gostar do estilo de fotos e quiser contactar o fotógrafo, o Dário Cruz tem página no Facebook - Dário Cruz Fotografia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Carmen Saraiva

O primeiro kit de praia

Sábado, 08.03.14

Fui com a Margarida e a sobrinha mais linda do mundo passear ao Vasquinho, e perdi-me na tuc tuc. Tem coisas simplesmente maravilhosas para o verão, e tive dificuldade em escolher qual o modelo mais giro, eram praticamente todos de morrer! Acabei por me decidir pelo gatinho, mas ainda fiquei de olho noutras coisitas que ainda sou capaz de trazer para casa. A sobrinha A. ofereceu a tanga à priminha (e futura afilhada), e eu trouxe o poncho e a t-shirt a condizer. E, claro, não podia faltar o protetor solar Avène, para começar a usar assim que os dias de sol oferecerem belos passeios ao ar livre. A Margarida é super branquinha, sai a mim mas sobretudo ao pai, que é ainda mais branco que eu, por isso logo que queiramos alguma vitamina D, é começar a pôr o protetor no rosto e nas mãozinhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Carmen Saraiva

Feliz dia das gajas!

Sábado, 08.03.14

Hoje o dia é nosso. Toca a exigir o devido presente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Carmen Saraiva

O primeiro Carnaval

Sexta-feira, 07.03.14

A Margarida decidiu vestir-se de abelhinha. E foi a sensação quando saiu à rua. Não havia cão nem gato que não reparasse nela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Quer emagrecer? Engravide

Sexta-feira, 07.03.14

Não sei se foram os genes ou a quantidade de cremes antiestrias que usei, mas da gravidez e período pós-parto não fiquei com umazinha para contar história. As únicas que tenho foram duas que me apareceram na virilha, muito antes de engravidar - não faço a mínima ideia porquê. Portanto a operação antiestrias resultou com sucesso! O meu maior medo era ficar com algumas no peito e na barriga, mas nada de nada. Wohoo! A barriga já foi completamente ao lugar, agora só falta tonificar com as idas ao ginásio, para o qual pretendo voltar em breve.

Além disso, 15 quilos já lá vão. Estou agora com menos 12 quilos do que tinha quando engravidei, e isto só foi possível porque não engordei praticamente nada durante os nove meses (2/3 quilos apenas), graças à boa alimentação e ao ginásio, que frequentei até aos 7 meses de gestação. Vesti no outro dia uns calções que já há dois invernos não me serviam, e calço botas e galochas que antes me ficavam justas na perna, e agora até têm folga sobre calças e leggings.

Andou uma pessoa a fazer não sei quantas dietas durante anos a fio, e afinal o que precisava para emagrecer era engravidar. Podiam ter dito mais cedo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Carmen Saraiva

Tenho de partilhar isto

Quinta-feira, 06.03.14

Fico babadíssima quando vou com a Margarida na rua e se voltam cabeças para apreciar o quanto é bonita. É elogio atrás de elogio, seja às bochechinhas, seja aos olhos azuis (que não sei se vão ficar assim, mas se ficarem remotamente claros, vão ser um must) e às pestanas de metro, seja à roupa que traz vestida... É mais ou menos aquilo que sinto sempre que recebo um elogio de alguém que admiro no meio profissional relativamente ao meu trabalho, seja por um artigo em específico ou pelos meus métodos. Só consigo comparar a isso, mas triplicado por 300 biliões. Dá-me vontade de responder a quem a admira "Muito obrigada. Fui eu que fiz. Ah, sim, e o pai, já agora." Foi de facto um trabalho de equipa bem feito. Melhor, impossível. Coisa mai boa e linda da sua mãe!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

...

Quinta-feira, 06.03.14

À conta de ter agora menos tempo livre para fazer as manutenções, tive de deixar cair as minhas pestaninhas lindas. Buaaaaa!! Ontem fiquei oficialmente "despestanada" (caiu-me a última que ainda cá morava, tadita) e de facto a diferença é enorme... Adorava ter aquelas pestanas de metro! Mas enfim, é esperar mais um bocadinho e em princípio antes do verão posso voltar a tê-las, porque a Margarida já será mais autónoma e pode ficar sem mim durante as duas horitas em que tenho de estar de olhos fechados. Mal posso esperar, não me sinto a mesma... Faz uma diferença gigante no rosto, mesmo. E não só isso, mas o facto de visitar a Maria Pestana é sempre uma animação para pôr a conversa em dia. Mas me aguarde, qualquer dia volto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Como vão as modas

Quarta-feira, 05.03.14

Já se abordou o tema "tenho de marcar aqui X dias de férias até final de março". É sempre bom este prenúncio do bom tempo e do laurear a pevide, parece que o verão chega mais depressa quando temos os planos para os dias de sol já definidos no calendário. Aliás, hoje parece que já temos um cheirinho de primavera, e amanhã e sexta feira as previsões da temperatura chegam aos 21º. Abri as janelas todas da casa (menos as da sala, onde a Margarida fica durante o dia) para deixar entrar o ar ameno e renovar as energias. Depois de não sei quantos dias de chuva, em que nem uma fresta se podia abrir sem morrer de frio com as humidades, agora sabe bem ter de volta a luz dos dias primaveris! E a quem vai saber melhor vai ser mesmo à bebecas mai linda, que finalmente pode sair à rua sem ter só o nariz de fora. À conta do frio e das correntes de ar, neste fim de semana fiquei doente como há muito tempo não ficava. Dores de garganta, tosse e nariz entupido. E ontem, quem haveria também de ficar de molho? A Margarida, claro. Felizmente não passou de narizito entupido e olhos brilhantes e hoje já está melhor - passou bem as duas noites e tudo, nem sequer chorou... Eu é que achei melhor acordá-la a meio da noite para lhe dar de mamar, porque percebi que por ter o nariz entupido e respirar só pela boca, tinha a garganta seca e alguma sede. Mas está bem disposta, dentro do possível - está bem melhor que eu, por acaso, que estive aqui em prantos com falta de ar. A questão da amamentação faz com que não possa tomar nada, e então a única coisa a fazer é mesmo aguentar. Paciência! Deve estar quase a dar de frosques, então com a melhoria do tempo penso que daqui a nada já estou fina. Ela é que vai à pediatra daqui a pouco - mesmo estando a controlar tudo (não tem febre, respira e come bem, não chora) e não me parecendo grave, fico mais descansada se ela for vista. É melhor prevenir do que remediar, e nisto dos bebés não se pode arriscar. É tudo ainda muito novo e não me sinto à vontade para avaliar estas situações sozinha, por mais triviais que possam ser. Fiquei super preocupada com ela quando percebi que lhe tinha pegado o bicho, e nem sequer foi nada de especial. Só pensava em como me hei de sentir um dia que ela fique doente a sério... nem imagino o filme.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Carmen Saraiva


Em poucas palavras



O que preenche as páginas


subscrever feeds



Pág. 2/2