Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Por Carmen Saraiva

foto do autor


Contacto

cmsaraivasantos@gmail.com

100 páginas no Instagram

@carmensaraivasantos

calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Pesquisar entre as páginas

 


Must-have do verão (e não só)

Terça-feira, 30.07.13

Um dos produtos-sensação da estação para a pele, para além dos essenciais protetores solares, claro, são os BB creams. São ideais para os dias de férias, em que se quer levar o mínimo de peso possível na bagagem e deixar o rosto descansar da rotina da maquilhagem elaborada. Já há anos que ouvia falar nestes blemish blams (traduzido como "aperfeiçoadores da tez") mas curiosamente, fiel ao ritual da base, nunca cheguei a comprovar se cumpriam ou não a sua promessa. Inicialmente desenvolvido na Alemanha e posteriormente importado para a Coreia, o BB cream foi criado por dermatologistas e pode ser considerado o verdadeiro milagre all in one que combina maquilhagem e cuidado para o rosto, muito famoso sobretudo nos países asiáticos. Quando apareceram à venda em Portugal os primeiros, como fã de cremes com cor e da maquilhagem rápida e prática (que dá um jeitão nas manhãs mais atarefadas), experimentei logo alguns, mas o resultado não foi o que eu esperava. Felizmente herdei os bons genes da minha mãe e nunca tive grandes problemas de acne, além de que com os cuidados especiais que tenho tido desde os 25 anos conto com a visita (bastante) tardia das rugas, pelo menos das mais profundas. Mesmo com estas benesses, o efeito prometido nunca se fez notar: na maioria das vezes a pele ficava ainda pior depois da aplicação do BB cream, as pequenas imperfeições continuavam lá e aquele look uniforme e natural que se pretendia em poucos segundos não aparecia. Pensei que talvez as fórmulas de algumas marcas, pelo menos as que tinha experimentado, não se adequassem ao meu tipo de pele e continuei a usar a base, por vezes um bom creme com cor ao fim de semana, como sempre tinha feito até então.

 

Mas este ano pude experimentar duas novidades no que diz respeito aos BB creams, e a surpresa foi ótima. A sensação foi a de que, finalmente, o produto cumpria a promessa a que se propunha: pele suave, mate, sem imperfeições e muito clean, durante várias horas. Estes sobressaíram e conquistaram-me no departamento dos BB creams!

 

BB Skin Perfecting Cream SPF 25, Clarins (45 ml)


Este é um fantástico BB cream, que disfarça realmente as imperfeições e as vermelhidões: muito suave, fácil e rápido de aplicar, funde-se com a pele, que fica uniforme e luminosa, com um ar natural e sem parecer que está maquilhada – o que é logicamente um dos grandes objetivos destes aperfeiçoadores. A fórmula tem propriedades antioxidantes e antifadiga – e a hidratação é também um dos pontos fortes. Tem um Complexo Anti-poluição exclusivo com um filtro UVA/UVB 100% mineral que protege a pele das agressões diárias. A cereja no topo do bolo é aquele aroma maravilhoso tão caraterístico de Clarins! Conquistou-me desde a primeira aplicação, sem dúvida.

 

 

 

BB-Perfect, Filorga (30 ml)

 

Mais do que um BB cream, este é um produto que transcende as expectativas. Apesar de ter um poder de cobertura comparável ao de uma base, não deixa a pele “pesada”, pelo contrário: o conforto é inegável. O efeito luminoso é imediato e natural, e surpreendeu-me imenso pela eficácia e durabilidade. É a combinação perfeita de maquilhagem e tratamento, já que tem uma ação antienvelhecimento que corrige as rugas, além de um índice de proteção 15 que protege dos raios solares. Desde a primeira vez que o usei que entrou diretamente para o meu top 10 de cosmética de sempre. Está disponível em dois tons: bege luminoso (para as peles mais claras, o tom que usei durante o inverno) e areia dourada (para peles mais morenas ou que já estão bronzeadas, o mais adequado para esta altura do ano).

 

Claro que há BB creams mais acessíveis, mas para mim os resultados não tiveram comparação e só por isso já compensa a diferença. Estes que prefiro são realmente eficazes e por isso também duram bastante, já que não é necessário aplicar grandes quantidades de produto para que cumpram a finalidade.

 

 

 

Protetor Solar UV-Defence SPF 50+ UVB/UVA, Filorga (40 ml)


E falando em Filorga, esta é outra das novidades para o verão, que ainda não tive oportunidade de experimentar, mas que me parece excelente: um protetor solar anti-idade e antimanchas que, segundo a marca, é o primeiro protetor solar medicosmético que embeleza a pele. Ou seja, protegemos eficazmente a pele do sol ao mesmo tempo que cuidamos dela. Basicamente, tem grandes vantagens no combate aos efeitos nocivos da radiação solar: bloqueia a inflamação, previne as manchas, oferece proteção do ADN e possui uma fórmula efeito Mesolift. Uma aposta para fazer antes da próxima temporada de praia já em agosto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Em poucas palavras



O que preenche as páginas


subscrever feeds