Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por Carmen Saraiva

foto do autor


Contacto

cmsaraivasantos@gmail.com

100 páginas no Instagram

@carmensaraivasantos

calendário

Julho 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Pesquisar entre as páginas

 


Paixão tailandesa

Quarta-feira, 31.07.13

A primeira vez que a gastronomia tailandesa me chegou às papilas gustativas foi a propósito de um artigo que tive de fazer sobre os melhores restaurantes da especialidade em Portugal, há mais ou menos cinco anos. Até esse dia nunca tinha experimentado nem fazia ideia do que era, e essa foi a melhor forma de ficar a saber absolutamente tudo. Para complementar o artigo desloquei-me à Embaixada da Tailândia em Portugal para entrevistas e fiquei fascinada com a conversa que tive com o Primeiro Secretário, na época Anan Pikultipsakorn, e com o que aprendi sobre a cultura do país. Depois estive também no restaurante Banthai (que significa casa tailandesa), e conversei com a dona, uma tailandesa que residia em Portugal há vários anos, que me contou mais sobre os elementos caraterísticos da sua gastronomia, o que a distingue das "vizinhas" chinesa e indiana e de que forma se destaca entre as restantes. A Tailândia combina no seu território praia, planície e montanha, o que proporciona diferentes tipos de clima e logicamente ingredientes muito diversos que tornam a gastronomia surpreendente, sem deixar de ser extraordinariamente coesa. O jantar que se seguiu foi o primeiro contacto real com os aromas e os sabores, que nunca mais esqueci. Foi a partir daí que se tornou na minha cozinha preferida, e talvez tenha sido a verdadeira razão de termos mais tarde escolhido a Tailândia como o nosso destino paradisíaco de lua de mel. Foram três semanas em que visitámos os principais locais de interesse, da capital às selvas e às tribos do norte, às praias maravilhosas do sul. Nunca mais vou esquecer os dias que passámos nem as pessoas que conhecemos. Os tailandeses são anfitriões de excelência e a simpatia e humildade é um traço muito comum, sobretudo nas zonas fora da grande Bangkok -não é à toa que lhe chamam o "País dos Sorrisos".

Tudo isto a propósito de termos ido jantar ontem ao Banthai e termos descoberto que foi comprado pelo restaurante vizinho Rock ‘n Sushi – agora chama-se Rock ‘n Thai. Ficámos com algum medo de que a mudança de gerência tivesse alterado a qualidade, mas depois de terminada a refeição parece-me que felizmente isso não aconteceu (comi um dos meus pratos favoritos, Pad Thai). A ementa mantém-se e aparentemente a maioria do staff também, o que é muito importante para manter o bom funcionamento da casa e a fidelidade dos clientes. É um dos dois restaurantes tailandeses de Lisboa que gosto de frequentar, e espero que continuem a existir por muitos e bons anos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva


Em poucas palavras



O que preenche as páginas