Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Por Carmen Saraiva

foto do autor


Contacto

cmsaraivasantos@gmail.com

100 páginas no Instagram

@carmensaraivasantos

calendário

Agosto 2013

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Pesquisar entre as páginas

 


O que é bom...

Segunda-feira, 12.08.13

Acaba mesmo depressa. Estes diazinhos de sol, praia e banhos de mar souberam-me pela vida, e são a prova de que afinal os planos que são feitos à última da hora nem sempre saem furados. Até três dias antes de irmos não tinhamos absolutamente nada marcado, e a ideia era fugir para qualquer lado menos para o Algarve. Sempre detestei o Algarve em agosto e normalmente quando temos dias nesse mês fatídico tentamos ir para Norte ou, no máximo, para o Alentejo. O problema é que todos os hotéis minimamente decentes no Alentejo estavam completamente cheios para essa semana, e já que a ideia era mesmo aproveitar o sol e trabalhar para o bronze (já que será o último ano em que podemos ir para a praia sem levar 329 sacos de tralha atrás), rumar a Norte estava um bocado fora de questão, sobretudo quando o tempo não se adivinhava muito famoso (e não esquecer que as praias acima de Lisboa têm normalmente a água a 15º e ondas a fazer lembrar tsunamis). Felizmente lá encontrámos um sítio que não estava a abarrotar, mesmo em frente à praia - condição que normalmente valorizo, já que detesto ter de pegar no carro durante as férias. Com vista para o mar, um hotel muito simples mas que tinha sido recentemente remodelado, foi mesmo uma agradável surpresa. Além de ser um quarto bastante grande, tinhamos ainda uma kitchenette equipada com tudo, o que acabou por resultar em três noites maravilhosas de jantares de petiscos na varanda, que adorámos. Foi ótimo ficar na praia até às tantas da tarde/noite e depois sair a passo de caracol, sem aquele stress de ter de tomar banho em tempo recorde e vestir e arranjar para jantar fora. Alvor é um sítio pequeno, relativamente calmo, mas com bastante animação à noite, na zona central, onde há restaurantes giríssimos, imensos bares e lojinhas. Dois dos restaurantes que adorámos foram "Os Marafados" - ambiente rústico, estava absolutamente cheio mas o serviço foi ótimo e a comida estava deliciosa - e o "Casa do Rio" - este com terraço, onde ficámos, e com uma vista privilegiada. Uma zona bastante perto de Portimão, mas longe da confusão típica deste mês. Diria que a nossa escolha foi um tiro no escuro, mas certeiro! No sábado quando estavamos prestes a sair começámos a perceber que a confusão estava a aumentar, tanto na praia como no hotel, muito provavelmente porque esta semana com o feriado a meio foi a escolhida de muita gente para poupar um dia de férias, por isso tivemos mesmo imensa sorte.

Foram dias de calma e tranquilidade que estavam mesmo a fazer falta, sobretudo ao marido, que ultimamente anda a mil. Acho que conseguiu descansar bastante e abstrair-se um pouco do trabalho, ainda que todos os dias verificasse a inbox (malditos smartphones). Mas esta semana será mais curtinha também para ele, e já temos imensos planos para o fim de semana grande. Vivam as semanas de três dias!

 

A vista da nossa varanda

 

O petisco de uma das noites "in": ostras da Ria Formosa. Uma chiqueza. Só que pobre é uma coisa triste: tivemos de ir ao Youtube ver um tutorial para perceber como se abriam - afinal aquilo serve mesmo para mais do que ver vídeos de gatos. Estavam fresquíssimas e deliciosas!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Marcadores:

por Carmen Saraiva


Em poucas palavras



O que preenche as páginas